BlogBlogs.Com.Br

22 segundos pela barbárie?

Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email
Eis que os blogs de todo o mundo que andei visitando começam (faz tempo, perdoem-me) a divulgar seriamente um comunicado pedindo (exigindo?) uma pausa de 22 segundos em toda e qualquer manifestação a(u)rtística país afora.Colegas e coleguinhas,



Eis que os blogs de todo o mundo que andei visitando começam (faz tempo, perdoem-me) a divulgar seriamente um comunicado pedindo (exigindo?) uma pausa de 22 segundos em toda e qualquer manifestação a(u)rtística país afora.

São 22 segundos PELA barbárie. O movimento antes chamado CONTRA a barbárie, entende que ela é a única forma de mudar algo hoje em dia.

Eu que não sou bobo nem nada, resolvi, antes de dizer alguma coisa, dar uma pesquisada no assunto para não falar merda demais besteira. Descobri que:

Barbárie:

substantivo feminino
1    qualidade, condição ou estado de bárbaro; barbarismo, selvageria
2    erro crasso de linguagem ou de escrita; barbarismo, barbaridade


Bárbaro:
adjetivo e substantivo masculino
1    Rubrica: história.
para os gregos, romanos e, posteriormente, para outros povos, que ou quem pertencesse a outra raça ou civilização e falasse outra língua que não a deles; estrangeiro
2    Derivação: por extensão de sentido.
que ou quem é cruel, desumano, feroz
Ex.:
3    Derivação: por extensão de sentido.
que ou quem é incivil, rude, grosseiro


Costumo ser avesso a este tipo de manifestação por acreditar ou melhor por não acreditar na sua eficácia. De qualquer modo é sempre bom ver a(u)rtistas tentando ser incivil. Não acho, repito NÃO ACHO que 22 segundos de uma peça paralisada fará alguém pensar em ser menos civilizado (no aspecto mais rude dessa palavra).

Não acho que este tipo de manifestação atingirá, por exemplo, o grande público. Acredito que ficará apenas entre a própria classe (e muitos dirão que isso já é bastante...). Mas mais do que isso, mesmo que atingisse, não acho que esta seja a forma mais correta de se posicionar.

Isso porque o público não costuma pensar em soluções, e acho que já passou da hora de pararmos de apresentar tão somente os problemas e "deixar a cargo do espectador e do cidadão" a busca pelas soluções. Não! Acho que se estamos realmente preocupados, que apresentemos o problema e uma solução, ao menos. Nem que seja para dizermos que o público diga: "esta solução não serve".

Se é para ser contra a civilização então não podemos deixar que ela mesma tenha que pensar no seu futuro.

em tempo: o manifesto se encontra aqui

2 turradas:

Vário do Andaraí on 27 de agosto de 2009 20:13 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vário do Andaraí on 27 de agosto de 2009 20:23 disse...

Caro Vítor,
Não sei como você chegou até mim. Não importa. o que importa é que nos chegamos.
A viatura fez um belo passeio pelo seu blog e ele ventou coisas boas janelas adentro.

Eu postei no blog de uma moça cuja idade é a mesma sua algo que repito aqui :
Independentemente de sua idade, seu blog é ótimo. Em se levando em conta sua idade, seu blog é surpreendentemente ótimo.

Tenho visto outros com a mesma qualidade, escritos também por jovens.

Dá ânimo.

A gongo soa, a gente vai para o córner, toma um ar, passa vaselina no rosto e volta por centro do ringue para continuar lutando a nobre arte.

Parabéns.

Abço
055.

Postar um comentário

Regras para comentários (e boa conduta)

- Não coloque seu site / blog no corpo do comentário (há espaço específico para isso logo após "comentar como:")
- Comente algo relacionado ao post (exceção feita aos elogios em geral, porque ninguém é de ferro)
- Seu e-mail não será divulgado...

Aqui não há censura seguiu estas regras, será publicado. Não seguiu, será 'zoado'.

 

Turrar : teatro, tv e cultura Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template