BlogBlogs.Com.Br

Enviar Currículo para a Globo?

Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email
Enviar currículo para a Globo ou não, eis a questão. Trabalhar ou não trabalhar na Globo? Eis a questão. Há quem jure de pés juntos que morre de fome mas não trabalha por lá... E há quem não trabalharia por lá mas trabalharia em outras emissoras... Há quem não sinta necessidade nem desta discussão...

Eu por minha vez penso que pouquíssimas pessoas teriam coragem de não aceitar, por exemplo um salário de 50 mil por mês. É claro que esta não é a média do que recebem os atores globais, especialmente se você não estiver na novela das oito nove.

A globo tem uma história que não se esquece, é bem verdade. É verdade também que poucas multi-nacionais teriam coragem de atirar a primeira pedra, como disse o outro. Mas poucas são tão sujas a ponto de terem ajudado a ditadura, ok, nem tão poucas assim...

Folha de São Paulo , Globo, Volkswagen, General Motors, Chrysler, Firestone, Philips e Constanta entre outras, também cresceram e ajudaram a ditadura. (até a Ultragás entrou no esquema, e quero ver vc ficar sem ela...)

A Record por sua vez, bem a record todo mundo sabe porque assiste a globo e ficou sabendo...

(para mais detalhes sobre o que penso de ambas clique aqui! )

Então o que nos resta? Não trabalhar em empresa nenhuma que tenha auxiliado a ditadura? É um caminho, que duvido que a maioria tenha coragem de seguir... mas o ponto principal não é este.

O ponto principal, em minha opinião, é exatamente o que é que deixamos que nos imponha o empregador. Exemplifico-me:

Não teria problemas em trabalhar na / com a Globo. Mas JAMAIS eu disse JAMAIS assumiria publicamente uma posição contrária àquilo que acredito, como a ANCINAVE por exemplo. Nunca diria que o selo de classificação etária no teatro é coisa da ditadura, como fez o Jô:

"O argumento de que indicar a idade apropriada para uma criança ou adolescente entrar em contato com determinados conteúdos (como sexo, violência e uso de drogas) em obras artísticas no teatro, cinema e TV, segundo critérios públicos, é o mesmo que censurar – ou seja, proibir arbitrariamente que determinado conteúdo circule socialmente – é o mantra das emissoras de TV desde que a Portaria 264/07 entrou em vigor. Na entrevista, foi também o mantra do pitbull. "

Infelizmente não achei a entrevista no youtube para postá-la...

Em suma a questão que me importa é simplesmente que trabalhar para a Globo não significa apagar toda a história dela da minha cabeça ou começar a dizer o contrário... Trabalhar para a globo (entenda globo, record etc.) é ganhar o dinheiro como ator da forma mais lucrativa possível no Brasil... queiramos nós ou não...

O que não dá é, para proteger teu salário, sair por aí dizendo que tem medo disso e daquilo ou que o Lula é uma criação (é o renascimento do criacionismo) da USP, UNICAMP e UNESP como disse o não tão querido Carlos Vereza em entrevista ao Jô (devidamente linkado) isso não dá.


Agora se você tem coragem de prometer ao mundo que não ganharia dinheiro sujo (entenda que veio indiretamente do apoio à ditadura) vai ter que pesquisar bastante para não ser autônomo...

5 turradas:

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus, não devo levar como uma apologia à Globo, devo??

Blog Turrar on 26 de setembro de 2009 19:17 disse...

Caro anônimo (engraçado como crítica nunca tem nome) vc é livre para entender aquilo que quiser, inclusive o que não está escrito... mas se eu fosse vc relia...

Anônimo disse...

boa!

Semíramis Alencar on 3 de outubro de 2009 13:22 disse...

Trabalhar na Globo deve ser uma faca de dois "legumes" (heheheh) para o artista : se assume uma postura radical e foge do padrão, trabalhando apenas no teatro, sujeito à produções decadentes e mambembes que dizem coisa com coisa( só sendo muito hipócrita para não admitir que esse tipo de coisa acontece - e ainda dizem que é a "arte pela arte") fica à mercê do sistema, de ter que fazer qualquer coisa para viver. Se cede a tentação e vai para a Globo, recai na inveja de certos companheiros "alternativos", "autênticos", que acham que a Rede Globo é reprodutora do "Sistema". Inegável que ela apoiou a ditadura, inegável que, como toda grande empresa deve ter seus favorecimentos e suas falcatruas, mas não há jeito. O Artista tem que sobreviver de qualquer forma. Há quem critique a Record, pelas histórias apelativas que apresentam seus folhetins e todas as ilegalidades que apontam nela. Há quem critique a questionável direção e redação da dramaturgia do SBT, porém há de se começar de alguma maneira... O que não dá pra aceitar colega é que sejamos críticos apenas pelo fato de ser críticos. Não acredito que um contrato na Globo, na Record ou lá onde for seja degradante para ninguém - vale lembrar que durante quase uma década a teledramaturgia Rede Manchete (que era totalmente desacreditada)conseguiu desbancar a Rede Globo com novelas que marcaram época e elencos memoráveis que a Globo teve que engolir e hoje aplaude de pé.
Um abraço menino! suas turradas estão ótimas

Se Alencar

Semíramis Alencar on 3 de outubro de 2009 13:23 disse...

Trabalhar na Globo deve ser uma faca de dois "legumes" (heheheh) para o artista : se assume uma postura radical e foge do padrão, trabalhando apenas no teatro, sujeito à produções decadentes e mambembes que dizem coisa com coisa( só sendo muito hipócrita para não admitir que esse tipo de coisa acontece - e ainda dizem que é a "arte pela arte") fica à mercê do sistema, de ter que fazer qualquer coisa para viver. Se cede a tentação e vai para a Globo, recai na inveja de certos companheiros "alternativos", "autênticos", que acham que a Rede Globo é reprodutora do "Sistema". Inegável que ela apoiou a ditadura, inegável que, como toda grande empresa deve ter seus favorecimentos e suas falcatruas, mas não há jeito. O Artista tem que sobreviver de qualquer forma. Há quem critique a Record, pelas histórias apelativas que apresentam seus folhetins e todas as ilegalidades que apontam nela. Há quem critique a questionável direção e redação da dramaturgia do SBT, porém há de se começar de alguma maneira... O que não dá pra aceitar colega é que sejamos críticos apenas pelo fato de ser críticos. Não acredito que um contrato na Globo, na Record ou lá onde for seja degradante para ninguém - vale lembrar que durante quase uma década a teledramaturgia Rede Manchete (que era totalmente desacreditada)conseguiu desbancar a Rede Globo com novelas que marcaram época e elencos memoráveis que a Globo teve que engolir e hoje aplaude de pé.
Um abraço menino! suas turradas estão ótimas

Se Alencar

Postar um comentário

Regras para comentários (e boa conduta)

- Não coloque seu site / blog no corpo do comentário (há espaço específico para isso logo após "comentar como:")
- Comente algo relacionado ao post (exceção feita aos elogios em geral, porque ninguém é de ferro)
- Seu e-mail não será divulgado...

Aqui não há censura seguiu estas regras, será publicado. Não seguiu, será 'zoado'.

 

Turrar : teatro, tv e cultura Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template